Pretendo com este blog escrever à minha mãe que tanto tem sofrido comigo. Escrever aquilo que tanto lhe quero dizer, mas falta-me o atrevimento.

.posts recentes

. Obrigada

. "Está bem"

. Para ti... sorrio

. Brevemente

. És o meu tesouro

. Ouve as minhas preces

. Ensinamentos da vida

. Mãe vem ouvir a minha cab...

. Revoltada contigo mãe!!!

. Lição de vida

. Não me controles

. Boa noite

. Quero voltar a ser crianç...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

.links

Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

Mãe vem ouvir a minha cabeça...

Mãe vem ouvir a minha cabeça a contar historias ricas, que ainda não viajei!! Traze tinta encarnada para escrever estas coisas! Tinta cor de sangue, sangue! Verdadeiro, encarnado!

Mãe ! passa a tua mão pela minha cabeça!
Eu ainda não fiz viagens e a minha cabeça não se lembra senão de viagens! Eu vou viajar, tenho sede! Eu prometo saber viajar...

Quando voltar é para subir os degraus da tua casa, um por um.
Eu vou aprender de cor os degraus da nossa casa.
Depois venho sentar-me a teu lado.
Tu a coseres e eu a contar-te as minhas viagens.

Aquelas que eu viajei, escritas ambas com as mesmas palavras.

Mãe! Ata as tuas mãos as minhas e dá um nó cego muito apertado!
Eu quero ser qualquer coisa da nossa casa.
como a mesa.
Eu também quero ter um feitio, um feitio que sirva exactamente para a nossa casa, como a mesa.

Mãe ! Passa a mão sobre a minha cabeça!
Quando passas a tua mão sobre a minha cabeça é tudo tão verdade.
                                                       Almada Negreiros
                                                        in Rosa do mundo

publicado por Aninhas às 21:47

link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De . a 12 de Dezembro de 2007 às 20:56
P mais distante q te sintas agora da tua Mãe ou mesmo zangada... não o sintas mais. É a tua verdadeira amiga que quando caires estará lá, sempre. É tudo, achava que a Minha me chateava em casa com as refeiçoes e preocupaçoes todas no entanto agora que aos 18 ivo só e longe dela percebo q ela mantinha o meu equilibrio de certa forma, sem ela afundo-me e ninguem me ve (so na Faculdade...) ng tem olho em mim. É estranho, olha que uma Mãe vale ouro! *


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.tags

. todas as tags

.favorito

. Feliz

. Férias

. Para ti... sorrio

. Conclusão da consulta

. Sofrida

. É agora ou nunca

. O lobo

. Mudar de vida

. A vida que eu levo

. Pensamentos contraditório...

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds